12.10.07

Piaf - Um Hino ao Amor

La Môme, de Olivier Dahan, França/Inglaterra/República Checa, 2007 - Berlinale

Piaf – Um Hino ao Amor não foge muito da estrutura da maior parte dos filmes biográficos que tem inundado as salas de cinema nos últimos anos: uma espécie de best of da vida de Edith Piaf, indo de sua criação num prostíbulo quando criança, passando por sua descoberta nos cabarés parisienses, até chegar à fama internacional e à saúde debilitada que põe fim à sua carreira e à sua vida.
É sobre as características que enquadram o filme nessa onda de biografias musicais que se impõe no cinema contemporâneo e sobre como, em determinado aspectos, ele se destaca nesse cenário que trato no texto recém-publicado na Cinética.
Leia a crítica do filme em:

3 Comments:

Anonymous Roberto Queiroz said...

Estou curiosíssimo pra assistir de tanto que falaram dele nos blogs. Vi o Trailer no site da produtora do filme e parece sublime. A atriz, com certeza, é fantástica. Vem Oscar aí? Espero que sim! Competência ela tem pra isso!

15/10/07 14:35  
Blogger Leonardo Mecchi said...

Roberto,

Sem dúvida a atuação aqui é a grande razão de ser do filme. E vale a pena assistí-lo por causa disso.

Abraços!

16/10/07 00:03  
Blogger Demas said...

Leonardo,
também estou no grupo dos que gostaram de "Piaf".

Abração

29/11/07 21:55  

Postar um comentário

<< Home